• Julia de Oliveira

Um pouco sobre mim

Olá! 

Finalmente começarei a usar esse blog da maneira devida e acho que o primeiro post deveria ser sobre mim. 




Meu nome é Julia de Oliveira, nesse exato momento tenho 26 anos. Nascida no dia 24/07/1993, sou do signo de leão (com ascendente em leão também). 

Por parte de pai, sou a filha caçula, tenho quatro irmãos (muito) mais velhos. Por parte de mãe, sou a mais velha, tenho dois irmãos mais novos. 

Meu pai faleceu quando eu tinha quatro anos, em 1997.

Natural de Santos, litoral de SP, aos 6 anos minha família se mudou pra Fortaleza, CE - cidade natal da minha mãe. Ficamos pouco mais de um ano lá e depois fomos morar em Poço Verde, interior de SE - cidade natal do meu padrasto. De lá, também passamos um pequeno período em Feira de Santana, na Bahia e depois em Araraquara. Voltamos para Santos quando eu já tinha 13 anos.

Eu sempre gostei de desenhar! Tenho lembranças de ter uns seis anos e minha prima me ensinar como pintar “bonitinho” por dentro das linhas... Desenhava muitas formas femininas, roupinhas... Aos 10 anos adorava desenhar personagens... Coragem, o cão covarde, pokemóns, princesas da Disney... Depois passei a “ampliar” tatuagens de chiclete nos meus cadernos de desenho. E aí vai um fato engraçado: nessa idade, eu nunca nem tinha visto uma tatuagem de perto, estava em Sergipe... Gostava muito de ter canetinhas e lápis de cor bons, porque né... Só que naquela época, a situação financeira da minha família não era das melhores, então quanto finalmente ganhei canetinhas boas... Ah, eu desenhei muito nesses cadernos! Ahahaha E daí aconteceu algo muito engraçado: os meninos da minha sala de aula começaram a pedir que eu desenhasse com as canetinhas em seus braços. Sim. Eu tatuava meus coleguinhas com canetinhas e cobrava 50 centavos... 1 real... Basicamente inventei o Flash Tattoo no Brasil! Ahahaha

Mas enfim, né! Voltando...

Também quando criança, sempre frequentei igrejas evangélicas com minha mãe e minha avó. Cheguei a ser batizada na igreja quadrangular. Apesar de muito novinha, sempre me senti muito espiritual... Gostava muito dessa conexão. Perdi um pouco dela na adolescência, a igreja protestante já não me fazia mais sentido... quando aos 21 anos, comecei a frequentar a umbanda e desde então, meu caminho espiritual parece que só começou... Não existem mais limites pra mim, hoje eu acredito em tudo e respeito à todos e suas escolhas... Conhecer outras doutrinas me tornou mais maleável e eu amo a conexão que reestabeleci comigo mesma!

E a cada dia essa conexão se fortalece. <3

0 visualização
 

(13) 3222-1793

©2020 por Julia de Oliveira.